Carta aberta aos Leitores

 

Em três anos de editora, entraram e saíram vários autores. Enfrentamos um caso de misoginia, onde o autor foi sumariamente expulso do quadro por humilhar as autoras da casa. Tivemos autores que não se divulgavam e pediam para serem comparados a Dan Brown.

Também aqueles que se despediram nos grupos e anunciaram sua saída via facebook, e até a presente data, não assinaram documento de distrato. Também aqueles que se frustram achando que venderiam milhões, ou não acreditam nas relações enviadas pela editora. Em um mundo onde a internet é Juri, Juiz e executor, hoje, após finalizar e sanar uma situação desagradável, decidimos nos manifestar. 

O que muitos sabem e gostam de reproduzir é a narrativa vitimista exposta pela autora da trilogia, demonstrando falta de apoio da Skull, presença e preocupação da editora, com a obra lançada. Enquanto muitos preferem atacar, a Editora Skull segue com suas produções, e lembra que a autora da trilogia  esteve frente às etapas de produção dos três títulos, sabe das informações passadas pela editora, mas prefere esquecer.

Em 2018 publicamos o primeiro volume, vindo de uma publicação de outra editora, que partiu de uma publicação independente, angariando em sua pré-venda menos de 10 exemplares vendidos. Com o atraso da gráfica Benchimol, a autora da trilogia que havia adquirido horário para expor seus livros na Bienal do livro de SP, não pôde participar. A Editora prontamente conseguiu um rapaz para comprar o horário dela, a fim de que não saísse no prejuízo.

Com a chegada dos livros, a autora da trilogia compareceu à sede da editora, na zona norte de São Paulo e autografou os exemplares vendidos, deixando brindes a serem enviados juntamente no pacote. Envios feitos. A Editora organizou evento de lançamento solo, exclusivo para autora na biblioteca Mario de Andrade, evento este que angariou 12 exemplares vendidos.

Seguimos o ano com baixas nas vendas e a editora seguindo sua política de cobrar a presença dos autores na divulgação de suas obras (6.1 – O AUTOR se compromete a colaborar com a divulgação dos livros, colocando-se à disposição para participar de ações promocionais que a EDITORA possa promover em seu site, em seus eventos, na imprensa e em redes sociais da internet, incluindo a organização de um evento de lançamento), nos deparamos com uma autora raivosa, que em um ato de “Agora vendeu tudo” adquiriu todos os exemplares em estoque da editora, utilizando o cupom especial dos autores ganhando 50% de desconto. Eis que o primeiro volume esgota.

 

Em 2019, o segundo volume teve sua pré-venda cancelada pela editora juntamente com outros dois títulos, pois atingiu a marca de 5 unidades vendidas. Como iniciávamos as operações por demanda, a UMLIVRO enviou os livros aos compradores. Aí iniciou-se os problemas com a autora da trilogia.

Fechando nossa loja em 2019 e focando na distribuição por demanda, distribuímos todos os títulos em 10 lojas diferentes. Houve resistência da autora da trilogia, pois desejava seu livro em nossa loja, mesmo recebendo aviso geral em que informávamos a nova logística da editora. Todos os livros passariam a ser impressos e enviados pela UMLIVRO com prazo de 7 dias e a mesma qualidade de sempre, mas a autora estava mais interessada em vender os exemplares que recebera da editora, dentro de uma limitação que não teria, se apoiasse e direcionasse aos novos canais.

Não é impeditivo que o autor venda os exemplares que recebe de acordo com seu contrato, mas lembramos que não somos gráficas que imprime livros para autores venderem de forma independente.

A autora recebeu todos os links das lojas onde seus livros estavam à venda, e os links de suas páginas em nosso site, onde havia link direcionando para: Amazon, Submarino, Americanas, Shoptime, Umlivro, Estante virtual, Mercado livre, Carrefour, Ponto frio, Casas Bahia e Magazine Luiza.

A Umlivro veio para impedir qualquer atraso que antes ocorria nas entregas, atrasos estes que a autora da trilogia estava ciente que poderiam ocorrer, afinal, todas as operações da editora são terceirizadas.

Embarcamos então em uma sucessão de desdém, de desprezo, principalmente pelos parceiros (blogs e igs) que a editora detém, afinal, segundo suas próprias palavras seus parceiros pessoais são os melhores, e a divulgam 90 vezes por dia.

 Não desmerecemos a capacidade de blogs, mas também não fazemos divulgação de um único título.  A editora não é agência de marketing que representa autores na mídia, muito menos exclusiva a ponto de dar 90 posts a um único título. Notamos a falta de presença da autora para com sua própria obra, o que nos faz lembrar que, não nos importa quantos parceiros você tem, a editora vai querer ver o que você, autor, é capaz de fazer por sua obra. Por isso as cobranças.

Com dois títulos disponíveis em 10 lojas diferentes, e sem apoio da autora nas ações, decidimos finalizar o contrato sem a venda do terceiro título, mas o produzimos.  Essa decisão veio depois de muitos desagrados, ausências e cobranças da autora para algo que nem ela própria faz: Divulgar seus livros. Nisso, falamos sobre o AUTOR divulgar sua obra, e não blogueiros.

Houve Black Friday (Novembro), uma semana de descontos seguidos de frete grátis na Amazon em Dezembro, mas a autora da trilogia preferiu vender os exemplares que detinha em mãos mais abaixo que a editora e com frete grátis, intitulando de “Promoção real”. Essa concorrência desleal fez com que os títulos não vendessem, não há saída dos títulos na editora. E para uma autora que já falou: “Danem-se as vendas da editora”. Não nos é interessante continuar.

Eis que chega 2020. Leitura coletiva organizada por parceiros da Editora, divulgação em rede social no stories 8 vezes por semana, direcionando para Amazon. Sem nenhum envolvimento da autora, a finalização foi anunciada.

A  autora demonstrando total desconhecimento de onde seus livros estavam à venda, acusou a editora de não deixar os títulos de fácil acesso aos leitores (mesmo com uma página exclusiva para cada em nosso site), afirmou que os livros não estavam no catálogo, mesmo com links de 10 lojas online. A autora esteve frente à produção do terceiro título, recebendo arquivos de miolo para aprovação, arquivos de capa, que foram modificados até que estivessem do seu gosto, ISBN (978-65-86022-13-1) enviado para que pudesse cadastrar no Skoob e outras plataformas e informada dos atrasos do capista que se apresentou doente e não pôde enviar o arquivo finalizado.

(5.4 – As estimativas fornecidas pela EDITORA em relação ao tempo de conclusão do trabalho ou à previsão de lançamento não implicam qualquer obrigação quanto ao seu cumprimento. O AUTOR se declara cientes de que pode haver atraso na produção do livro e que essa contingência não enseja nenhuma responsabilização da EDITORA.)

Trabalhamos com produções 100% terceirizadas, e com 86 títulos publicados, estamos cientes de que atrasos podem ocorrer e prazos podem se modificar. Hoje, 2020, ninguém esperava uma pandemia, profissionais doentes ou afastados, sim. Devemos entender que tudo pode mudar e não está em nosso total controle, por isso a distribuiçao por demanda melhorou a logística da editora.

Essa carta é para demonstrar que a Editora seguiu o passo a passo para a produção de um livro que não entrará em venda, pois sabemos que não haverá participação da autora, além de suas ironias e cobranças. Infelizmente, a autora se demonstra como independente, mesmo estando em uma editora, e desejamos que se mantenha assim.

A Skull sempre irá cobrar autores para que participem de ações relacionadas aos livros, apesar dos 16 mil seguidores, são os autores que mostram às pessoas mais próximas as novidades sobre seus livros.  Detemos em nosso catálogo autores que se envolvem com suas obras e já esgotaram 4 tiragens em menos de um ano, que participam de eventos, fazem palestras e lives, que não reclamam do valor do livro, e muito menos os prostituem por frete grátis.

Há 24h a autora recebeu os arquivos de capa e miolo sem logo da editora, qualquer modificação deve ser feita com os profissionais que ela conhece e podem atendê-la e os exemplares do terceiro livro e marcadores, sendo assim a autora não tem mais nenhum vínculo com a editora e está livre para ser a autora independente que é.

 

A Skull não é gráfica, não imprimimos livros para que o autor venda dentro de suas limitações. Estamos presentes em 10 das melhores lojas do Brasil e em 87 lojas digitais pelo mundo que distribuem nossos e-books.

Editora Skull

Para entrar em contato com a editora use o e-mail skulleditora@gmail.com prazo de resposta até 5 dias.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

CNPJ: 27.540.961/0001-45
Razão Social: Skull Editora Publicação e Vendas de Livros
Endereço: Caixa postal  79341 - Cep: 02201-971, - Jardim Brasil, São Paulo - SP

© 2020 Skull Editora. Todos os direitos reservados.